Também conhecida no país como Ginástica Olímpica, esta modalidade de ginástica encanta muita gente por sua precisão nos movimentos e beleza nas coreografias. Quem tem afinidade com o esporte e quer seguir uma carreira nesta modalidade, pode se profissionalizar na área. Está pensando em fazer da Ginástica Artística uma oportunidade de crescimento? Então, confira a seguir como você pode se profissionalizar no esporte.

Como se profissionalizar na ginástica artística?

Atualmente existem diversos institutos de esporte que disponibilizam treinamento de ginástica artística. Quem dispor na sua região de um centro olímpico deve procurá-lo, pois essas unidades ofertam treino na modalidade em questão. Mas atenção: geralmente para estar participando junto a um destes centros é preciso preencher alguns requisitos. Por exemplo, é obrigatório estar estudando na rede pública ou particular de ensino.

É importante se informar sobre a disponibilidade de fundações do seu estado, pois cada uma terá suas próprias exigências e particularidades. Muitas instituições ofertam bolsas para que ginastas talentosos tenham o devido treinamento a fim de aperfeiçoar suas habilidades.

Com a profissionalização no esporte, você poderá: obter reconhecimento nacional, concorrer em diversos jogos ao redor do país e conquistar muitas medalhas!

A história da ginástica artística

Você sabia que a ginástica surgiu há dezenas de anos atrás? Mas como modalidade esportiva só foi conhecida em meados de 1880. No começo, era um esporte praticamos somente por homens. Somente muitos anos depois as mulheres puderam participar dos jogos e atuar nesta modalidade e depois disso ficou muito mais popular entre o meio feminino do que no masculino.

Com a popularidade do esporte entre as mulheres, consequentemente, a Ginástica Artística passou a ser mais admirada e disputada!

A ginástica artística no cenário brasileiro

Como é popularmente conhecida no Brasil, a Ginástica Olímpica conquistou um grande espaço no esporte brasileiro com o passar dos anos.  Há uma diferença em relação a atuação da modalidade.
Para homens que disputam este esporte, a demonstração de força e o domínio dos movimentos da ginasta são critérios levados em consideração na hora de julgá-los. Enquanto isso, para as mulheres, a avaliação é em relação aspecto artístico e à agilidade em si de cada atleta.

A seleção brasileira de Ginástica Artística feminina hoje é bastante prestigiada. É esta seleção que nos representa em eventos internacionais proporcionados pelos órgãos responsáveis. Provavelmente, você já ouviu falar nos nomes de  Ethiene Franco, Jade Barbosa e Daiane dos Santos, pois são mulheres que representaram o Brasil e obtiveram destaque.